Lisboa é a capital de Portugal e é considerada como cidade global devido à sua importância em aspectos financeiros, comerciais, mediáticos, artísticos, educacionais e turísticos.


envolvente_gallery_01

Ponte 25 de Abril


A Ponte 25 de Abril é uma das imagens mais icónicas de Lisboa. É uma ponte suspensa rodo-ferroviária que liga a cidade de Lisboa à cidade de Almada. A ponte atravessa o estuário do rio Tejo na parte final e mais estreita.
A grandeza e a imponência da Ponte 25 de Abril está bem expressa no facto de, à data da sua inauguração, a 6 de Agosto de 1966, ser a quinta maior ponte suspensa do mundo e a maior fora dos Estados Unidos.

Padrão dos Descobrimentos


Em 1940 no âmbito da Exposição do Mundo Português, foi erguido num dos extremos da Praça do Império o edifício primitivo do Padrão dos Descobrimentos. Originalmente, era constituído, na sua parte arquitectónica, por uma leve estrutura de ferro e cimento, sendo em estafe a composição escultórica formada por trinta e três figuras, tendo em destaque o Infante D. Henrique.Em 1960, por ocasião das Comemorações do 5º Centenário da Morte do Infante D. Henrique, levaram-se a cabo alguns trabalhos de reordenamento do espaço e reergueu-se também o Padrão dos Descobrimentos, agora em betão revestido de pedra rosal de Leiria. O monumento foi inaugurado a 9 de Agosto de 1960. Em 1985, o Padrão foi objecto de obras que permitiram o acesso do público ao miradouro, auditório e a duas salas de exposições. Posteriormente, a República da África do Sul ofereceu, para decoração do terreiro de acesso, uma Rosa-dos-Ventos com cinquenta metros de diâmetro, executada em mármores de vários tipos, contendo um planisfério de catorze metros. Naus e caravelas embutidas marcam as principais rotas dos Descobrimentos Portugueses.

envolvente_gallery_02
envolvente_belem_01

Torre de Belém


A Torre de Belém é um dos monumentos mais expressivos da cidade de Lisboa. Classificada como Património Mundial pela Organização das Nações Unidas desde 1983, foi eleita como uma das Sete Maravilhas de Portugal. O monumento reflete influências islâmicas e orientais, que caracterizam o estilo manuelino e marca o fim da tradição medieval das torres de menagem, ensaiando um dos primeiros baluartes para artilharia.
A Torre de Belém destaca-se pelo nacionalismo implícito, visto que é todo rodeado por decorações do Brasão de armas de Portugal

Mosteiro dos Jerónimos


O Mosteiro dos Jerónimos ou Mosteiro de Santa Maria de Belém é um mosteiro português da Ordem de São Jerónimo construído no século XVI. Na boca é encorpado com taninos redondos e final persistente. Estreitamente ligado à Casa Real Portuguesa e à epopeia dos Descobrimentos, o Mosteiro dos Jerónimos foi, desde muito cedo, "interiorizado como um dos símbolos da nação

envolvente_jeronimos_01
envolvente_cordoaria_01

Cordoaria Nacional


O edifício da Cordoaria Nacional, criado pelo Marquês de Pombal, junto ao Rio Tejo, destinado à produção de cordas, cabos, velas e outros equipamentos para os navios.
Apesar de ter sido objecto de várias intervenções, ao longo dos tempos, pela necessidade de instalar serviços diversos da sua vocação original, assim como pelas transformações do tecido viário circundante (abertura da Av. da India), é considerado um dos mais notáveis exemplares de arquitetura industrial setecentista,estando classificado como Monumento Nacional.

Belém


Foi de Belém que partiram os navios que levaram a cabo a aventura marítima e Portugal conseguiu atingir conquistas jamais imaginadas. Essa grande epopeia é celebrada junto às margens do Tejo, através de grandes monumentos do passado como a Torre de Belém, o Mosteiros dos Jerónimo ou o Palácio de Belém , mas também por monumentos do presente como o Padrão dos Descobrimentos, o Museu dos Coches, o Museu da Marinha, o Centro Cultural de Belém ou o Museu dos comabtentes das guerras de África.
Existem inúmeros cafés e restaurantes, em que se recomenda experimentar um Pastel de Nata e depois percorrer as margens do Tejo desde a Praça do Império, onde poderá apreciar a Torre de Belém, A Torre de S.Vicente e o Padrão dos Descobrimentos.
envolvente_gallery_05
museu_dos_coches

Museu dos Coches


O Museu dos Coches é um dos museus mais visitados em Portugal e recebeu novas instalações em 2015. Inaugurado em 1905, está situado em Belém e é um equipamento cultural constituído por um pavilhão principal com uma nave suspensa e um anexo, com uma ligação aérea, que assegura a circulação entre os dois edifícios. A disposição espacial destes corpos cria uma espécie de pórtico que aponta para uma praça interna, para onde também se viram as construções antigas da Rua da Junqueira.
Reunindo uma coleção única no mundo de viaturas de gala e de passeio dos séculos XVI a XIX, na sua maioria provenientes da Casa Real Portuguesa, a que se acrescentaram veículos vindos dos bens da Igreja e de coleções particulares, o Museu Nacional dos Coches apresenta um excelente conjunto que permite ao visitante a compreensão da evolução técnica e artística dos meios de transporte de tração animal, utilizados pelas cortes europeias até ao aparecimento do automóvel.

Centro de Congressos de Lisboa


Localizado na zona histórica de Belém, o Centro de Congressos de Lisboa é um espaço funcional e polivalente. Dispõe de 8 Auditórios, 5 Pavilhões, 33 Salas de Reunião, 1 Restaurante e 2 parques de estacionamento, oferecendo as condições ideais para a realização de congressos, exposições, eventos corporativos, entre muitos outros.
Os auditórios foram minuciosamente construídos de forma a permitir maior rentabilidade, conforto e flexibilidade das salas, apetrechados de equipamentos técnicos sofisticados, assim como de sistemas de sonorização e iluminação adequados às necessidades de cada espaço. Todo o edifício é funcional de modo a que seja facilmente localizado qualquer um dos auditórios, pavilhões e salas.
Centro_de_Congressos_de_Lisboa